top of page

Em São Paulo, Paulo Cafôfo recebe e presta homenagem, e anuncia 5 funcionários para o Consulado


A Casa de Portugal de São Paulo reuniu diretores, líderes associativos e convidados, nesta segunda-feira, dia 30 de janeiro, numa recepção ao novo Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, Paulo Cafôfo. O madeirense conheceu os vários ambientes da entidade, recebeu homenagem e também entregou homenagem.


Aproveitando a ocasião, o SECP foi distinguido com a medalha Comendador Pereira Queirós da Casa de Portugal, a homenagem foi entregue por Antonio Almeida e Silva, presidente do Conselho da Casa.


Presidente em exercício da Casa de Portugal, Dr. Renato Gonçalves e o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas Paulo Cafôfo entregaram a “Medalha de Ouro das Comunidades Portuguesas” para uma das pessoas mais queridas no meio, a empresária Teresa de Jesus Pires Morgado – pela sua dedicação e relevantes serviços prestados em prol da nossa Comunidade.

Paulo Cafôfo conversou com o Mundo Lusíada e comentou sobre a grandiosidade da comunidade luso-brasileira. “Esta é uma grande comunidade não só em números, mais de um milhão de portugueses e luso-descendentes, são pessoas grandes pela forma como aqui estão perfeitamente integrados no Brasil, e da forma como dignificam Portugal, com o movimento associativo pujante, com grandes iniciativas e atividades”.


O Secretário das Comunidades citou ainda “o orgulho dos portugueses que aqui residem”, porque faz da relação Brasil-Portugal “muito mais próxima e íntima”. No campo empresarial, mencionou ser “incrível” as atuais 19 Câmaras de Comércio portuguesas espalhadas pelo país.


“As relações comerciais e econômicas entre Portugal e Brasil são fundamentais para os dois países, aliás temos assistido nos últimos tempos um grande interesse dos brasileiros em trabalhar ou investir em Portugal, mas também dos portugueses que veem neste país uma oportunidade e um país de oportunidades”. Segundo Cafôfo, esta “dinâmica” no âmbito cultural e também econômica “temos que continuar a incrementar”.



Presente ao encontro, o embaixador Luís Faro Ramos, que segue a frente da diplomacia portuguesa no Brasil até o final de 2024, acompanhou de perto, e com “muito interesse” a evolução do papel das câmaras portuguesas no país. “Acredito muito no potencial dessa rede, na promoção do nosso país, e facilitar negócios entre empresários portugueses nos vários estados, é uma rede muito poderosa”, defendeu o embaixador, citando o Brasil como um parceiro importante na América Latina, e fora da União Europeia para Portugal.


Também presente, o novo cônsul-geral de Portugal em SP, embaixador Antonio Pedro Rodrigues da Silva (devidamente instalado com a família em SP), disse em entrevista ao Mundo Lusíada ser uma “coincidência feliz” já estar a acompanhar a primeira visita do SECP, sendo que chegou a São Paulo há uma semana. “É uma razão para me sentir afortunado porque com esta visita permita-me conhecer com mais profundidade a comunidade, os principais órgãos associativos. Agora, tenho um enorme sentido de responsabilidade antes de iniciar essas funções, porque obviamente que conhecia a dimensão, a força, o caráter vibrante da comunidade portuguesa em São Paulo, que é por demais conhecido, portanto sei que tenho um grande desafio pela frente, mas estou entusiasmado”.


O cônsul Antonio Rodrigues citou o cargo como o posto “mais importante” da sua carreira diplomática por entender que São Paulo é o mais importante estado da Federação. “Sabemos que se São Paulo fosse um país, só o PIB do Estado de SP seria o segundo da América do Sul, depois do resto do Brasil. Portanto eu mal posso esperar para começar, ainda há muito por explorar, estou ainda na fase de avaliação, mas mal posso esperar para lançar mãos à obra”.


Segundo o novo cônsul (que chegou neste mês ao Brasil), após o encerramento da visita do SECP o cônsul disse que iniciará todos os contatos com autoridades locais, como o governador do estado Tarcísio Freitas (também luso descendente), além de atenção especial à Santos, nas dependências do Consulado-Geral, disse ele que ficou animado com o anúncio feito pelo secretário, de mais cinco funcionários para o Consulado de São Paulo, momento que os presentes reagiram com efusivos aplausos, já que o anúncio pode representar uma melhora nos serviços prestados atualmente.


A Casa mãe: Casa de Portugal de São Paulo

A Casa de Portugal de São Paulo, como a casa máter da comunidade, sempre recebe as autoridades portuguesas de passagem pela capital paulista. Ao Mundo Lusíada o Dr. Renato Afonso, presidente em exercício, foi quem recepcionou os convidados nesta segunda-feira, auxiliado pelo diretor Antonio Freixo e pelo responsável do protocolo Ricardo Magalhães.


“Receber os convidados e o Dr. Paulo Cafôfo em sua primeira visita ao Brasil, e a São Paulo, é uma grande honra para a Casa de Portugal de São Paulo. Pela sua história, pela sua trajetória, a casa foi ganhando uma relevância no Brasil e em Portugal que a faz ser essa entidade que expressa e acaba congregando todas as entidades, porque somos uma casa plural que tem essa vocação, para a cultura luso-brasileira e para receber todas as expressões culturais da comunidade”.


Segundo ele, além de receber o SECP, o embaixador de Portugal e cônsul-geral, é uma “oportunidade de ouvir o Secretário de Estado que inicia o seu trabalho”. “A comunidade em São Paulo é muito atuante, muito interessada nos assuntos do Brasil, e de Portugal, de tal forma que nos sentimos prestigiados”, diz ele que representou o comendador Antonio dos Ramos, atual presidente da CP, que está atualmente em Chaves, Portugal.


Estiveram neste encontro a diretoria da casa, e foram convidados presidentes das associações luso-brasileiras do estado de São Paulo, para “conversar com o Secretário de Estado sobre as questões que dizem respeito diretamente a nossa comunidade” representando toda a “nossa comunidade que é gigante”. Os convidados seguiram para um almoço servido pelo Buffet O Marques, nas dependências da casa.

Fonte: Mundo Lusíada em 31.01.2023

bottom of page