top of page

Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil e Voz dos Oceanos firmam parceria


A cerimônia foi realizada na sede da Câmara de São Paulo e executivos das duas entidades apresentaram ao público presente os planos de promoção conjunta.

No último dia 07 de dezembro, o Instituto Voz dos Oceanos e Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasi (FCPCB) assinaram um MOU (memorando de entendimento), oficializando parceria para desenvolver e ampliar a agenda ESG entre as empresas do Brasil e de Portugal. Em cerimônia na sede da Câmara Portuguesa de Comércio no Brasil, em São Paulo, executivos das duas entidades apresentaram ao público presente os planos de promoção conjunta para a adoção de melhores práticas ambientais, sociais e de governança, em especial dentro do contexto de recuperação e preservação do Planeta Água e desenvolvimento dos temas de Economia Azul.


O objetivo da parceria é impulsionar a transição para uma nova economia, alinhada às políticas que vêm sendo traçadas mundialmente para minimizar os resíduos e impactos do plástico de uso único no meio ambiente, com especial atenção ao Oceano. A partir da colaboração entre entidades representativas, poder público e de lideranças disruptivas dentro das corporações, Voz dos Oceanos e Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil esperam contribuir ativamente para o uso e preservação de recursos naturais, para o crescimento econômico e dos temas de Economia Azul, a partir de práticas sustentáveis e a busca para um mundo mais saudável com a melhoria da qualidade de vida da população.


Dentro deste contexto, as empresas apoiadas pela Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil receberão suporte da entidade e do Instituto Voz dos Oceanos – que atua internacionalmente para conscientizar, engajar, combater e buscar novas soluções contra a poluição dos oceanos – para adoção ou implantação de iniciativas com foco em ESG.


João Amaral, diretor geral da Voz dos Oceanos
“A Nova Economia Azul está cada vez mais presente e nossa Voz dos Oceanos também vem fazendo a sua parte junto aos setores público e privado. A parceria com a FCPCB impulsionará ainda mais nossa atuação junto a potenciais agentes da transformação. A Voz dos Oceanos deu início à sua jornada de internacionalização de atividades justamente por Portugal, a partir da compreensão do firme posicionamento do país nos temas de economia e literacia azul, além do firme crescimento nas verticais de inovação e tecnologia com a união de forças com as bluetechs, environmental techs e climate techs. A recente Conferência da ONU do Oceano, realizada em junho deste ano, em Lisboa, além dos eventos anuais realizados em Portugal, como o WebSummit, representam o firme compromisso do país na pauta oceânica, o que faz com que nossa jornada de internacionalização por Portugal seja um caminho natural e harmônico para a expansão das atividades da Voz dos Oceanos globalmente”.

Armando Abreu, presidente da Federação das Câmaras Portuguesas de Comércio no Brasil
“Estamos extremamente honrados em firmar essa parceria com a Voz dos Oceanos, que no fundo é um trabalho de várias décadas liderada pela família Schurmann e que hoje, se dedica essencialmente à divulgação de todos os problemas que nós temos com as mudanças climáticas. Achamos que essa parceria é profundamente útil, até porque consideramos que devemos fazer uma máxima divulgação de toda esta experiência e iniciativa. O trabalho iniciará com as Câmaras de Comércio aqui no Brasil e depois a nível mundial, em todas as Câmaras de Comércio e porque não criar sinergias entre empresas portuguesas e empresas brasileiras num tema que é tão atual. Iremos participar e criar o máximo de sinergia entre as instituições”,

finalizou.

bottom of page