top of page

Em Portugal, professores e pesquisadores estrangeiros pagarão menos imposto


Foto: Unsplash/Henrique Macedo

O governo de Portugal criou um novo programa de atração de profissionais com base em regime único de tributação no Imposto de Renda.


O incentivo fiscal incluído no orçamento de 2024 determina uma taxa de 20% para pagamento de Imposto de Renda, seja qual for o salário. A taxa média de IR no país é de 37%.


A medida será válida a partir do próximo ano para professores do ensino superior e pesquisadores residentes que atuem em trabalhos de investigação e desenvolvimento.


A base do programa é semelhante ao regime do Residente Não Habitual (RNH), que o governo extinguiu este mês. Mas agora há menos profissões e os aposentados estão fora.


Salas de aula: Aumenta número de professores brasileiros em universidades de Portugal

Segundo o texto do orçamento, há três possibilidades de enquadramento profissional, que precisam ter rendimento comprovado nas seguintes modalidades:


Carreiras de docentes de ensino superior e de investigação científica, incluindo emprego científico em entidades, estruturas e redes dedicadas à produção, difusão e transmissão de conhecimento, integradas no sistema nacional de ciência e tecnologia.

Postos de trabalho qualificados no âmbito de benefícios contratuais ao investimento

Postos de trabalho de investigação e desenvolvimento, de trabalhadores com doutorado, no âmbito do SIFIDE (Sistema de Incentivos Fiscais à Investigação e Desenvolvimento Empresarial).

Os profissionais estrangeiros e portugueses candidatos ao programa não podem ter sido residentes fiscais em Portugal nos últimos cinco anos.


O regime será válido por dez anos a partir do momento da inscrição como residente no país. E só poderá ser utilizado uma vez.


Leia a matéria completa clicando aqui


Fonte: O Globo/Portugal Giro

bottom of page