top of page

CPLP: Portugal propõe converter dívida dos Estados-membros em apoio à transição ambiental


Foto: Agência Lusa

Portugal está disponível para converter a dívida dos Estados-membros em apoios à transição ambiental, à semelhança do que acontece com Cabo Verde, afirmou hoje o primeiro-ministro português, na cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).


Portugal está disponível para converter a dívida dos Estados-membros em apoios à transição ambiental, à semelhança do que acontece com Cabo Verde, afirmou hoje o primeiro-ministro português, na cimeira da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).


Na sua intervenção durante a sessão restrita da 14.ª conferência da organização lusófona, que decorre hoje em São Tomé, António Costa disse que Portugal está disponível para “trabalhar com cada um dos Estados-membros da CPLP para também converter a dívida em fundo de investimento em ambiente, na energia, na água, na reciclagem, de forma a acelerarnos esta transição”.


O ponto de partida desta proposta é trabalhar “com base num projeto-piloto” que Portugal arrancou com Cabo Verde: a “criação do Fundo Climático e Ambiental”, que será aprovado formalmente pela Praia em outubro, explicou o governante.


Neste projeto, “Portugal comprometeu-se a converter a dívida de Cabo Verde em investimento na transformação ambiental”.


A CPLP, que integra Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Moçambique, Portugal, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste, realiza hoje a 14.ª conferência de chefes de Estado e de Governo, em São Tomé e Príncipe, sob o lema “Juventude e Sustentabilidade”.


Clique aqui e leia a matéria completa


Fonte: Jornal Económico

bottom of page